Menstruação: a sangria inútil

Menstruação: a sangria inútil

As mulheres reclamam de dores de cabeça, dores nos seios e nas pernas, inchaço abdominal, cólicas, irritabilidade, variação de humor, sensação de cansaço, tensão pré-menstrual e entre outros incômodos que chegam um pouco antes da menstruação e vão embora muito depois que a menstruação acaba.

Defendemos que a menstruação é uma sangria inútil, dos quais não correlacionamos conceitos de feminilidade, fertilidade e juventude com a presença da menstruação.

Procuramos proporcionar às mulheres o bem estar utilizando métodos saudáveis e antes nunca permitido a interrupção da menstruação, por questões culturais. As conquistas femininas ao longo dos anos fizeram com que as mulheres pudessem decidir pela sua gestação e pelos números de filhos que desejassem, desbravando o seu campo de crescimento pessoal e profissional dentro da sociedade.

A ideia de menstruar mensalmente é uma invenção da civilização moderna e a mulher tem o direito de desejar para ela uma qualidade de vida plena, sem dores, sem limitações, sem incômodos periódicos, sem aparecimentos de doenças que possam influenciar sua qualidade de vida.

Para desfrutar desta melhoria da qualidade de vida, da possibilidade de um excelente relacionamento pessoal, profissional e amoroso de maneira plena, o caminho para a escolha certa dependerá da orientação de seu médico ginecologista.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.