Pré-natal odontológico: a construção da saúde bucal a partir da gestação

Pré-natal odontológico: a construção da saúde bucal a partir da gestação

É fato que a saúde começa pela boca, e por saber que a gravidez provoca uma série de alterações no organismo da mulher, inclusive na cavidade bucal, é que se justifica a importância do acompanhamento do cirurgião-dentista durante a gestação.

Observa-se que mudanças orais como gengivite, xerostomia (boca seca), mobilidade dentária, ocorrem em 60% a 70% das gestantes. Se você está grávida ou pensando engravidar, é hora de redobrar os cuidados com seus dentes e gengivas. Felizmente, a gestante pode passar por um tratamento de descontaminação bucal, diminuindo assim as chances da mãe transmitir bactérias patogênicas ao filho.

O pré-natal odontológico traz como principal objetivo cuidar e educar a gestante para se ter um bebê saudável, incluindo ações como a de desmitificar crenças e preocupações sobre a gravidez e o tratamento dentário, conscientizar sobre os principais problemas bucais, orientar sobre a importância do controle de placa, uso do flúor, amamentação, cuidados com o futuro bebê, bem como a importância da alimentação equilibrada, uma vez que os dentes necessitam de minerais e começam a se formar a partir da 6ª semana de gravidez.

Quanto mais segura e orientada a grávida estiver, mais cuidados ela proporcionará ao filho. A odontologia intra-uterina assegura a chance da criança nascer e crescer sem nunca tido a experiência de doenças bucais.

“A construção da saúde começa na vida intra-uterina. Nenhum especialista pode fazer por uma criança o que os pais podem.”

Dra. Michelle Miqueleti (CRO-SP 99224) – Cirurgiã-Dentista especialista em cirurgiã bucomaxilofacial com capacitação em odontologia intra-uterina, primeira infância e aleitamento materno.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.